News

Presidente Biden concede perdão por porte de maconha

today7 de outubro de 2022 9 1 5

Fundo
share close

O Presidente dos EUA, Joe Biden, declarou nesta última quinta-feira (6), uma anistia a todas as condenações federais por porte simples de maconha.

Em rumo à descriminalização, o presidente relembrou uma promessa que fez na campanha eleitoral, dizendo que “ninguém deveria estar na prisão por usar ou ter posse de maconha”, e ainda concluiu dizendo que essa medida é uma forma de acabar com uma “política fracassada”. Ele iniciará um processo para retirar tanto a cannabis, quanto heroína e LSD da lista de substâncias mais perigosas dos EUA.

“Mandar pessoas para a prisão por portar maconha arruinou muitas vidas e prendeu pessoas por conduta que muitos estados não proíbem mais”, escreveu Biden.

Alguns estados americanos, como a Califórnia e o Colorado, legalizaram tanto o comércio quanto a produção da cannabis sativa. Além do uso medicinal e recreativo. Um mercado que gera bilhões de dólares para a economia. E, mesmo assim, muitos americanos ainda são presos e condenados ao ser pegos, principalmente a parcela negra da população. Atualmente, em dezenove estados e na capital Washington já foi aprovada a legalização e outros doze, descriminalizaram.

Biden também anunciou que os processos criminais por posse de maconha “impuseram barreiras desnecessárias ao emprego, moradia e oportunidade educacionais e, enquanto pessoas brancas, pretas e pardas usam maconha em taxas semelhantes, pessoas negras e pardas foram presas, processadas e condenadas em taxas desproporcionais”, escreveu o presidente democrata.

O perdão será concedido a mais de seis mil condenados por acusações federais, entre 1992 e 2021. Apesar dessa decisão ser voltada apenas para crimes federais, Biden pediu aos governadores que tomem a mesma providência. O presidente ainda declara que é essencial colocar limites ao tráfico e à venda a menores de idade além de consertar erros passados.

Written by: spotbraziladmin

Rate it

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *


0%