Brasil

Morre Jô Soares aos 84 anos em São Paulo

today5 de agosto de 2022 49 3 5

Fundo
share close
Nessa madrugada de sexta-feira (5) o Brasil e o mundo perdeu uma grande personalidade. José Eugênio Soares, carioca, apresentador, dramaturgo, roteirista, multiartista, poliglota, encarnou diversos personagens na televisão brasileira.

Apaixonado por livros, artes plásticas, teatro, cinema, música, quadrinhos e um grande torcedor do Fluminense. Jô se estabeleceu como um dos artistas mais conhecidos do Brasil e seu humor era sua marca registrada. Programas como “A família trapo” (1966), “”Planeta dos homens” (1977) e “Viva o Gordo” (1981), fizeram história. Personagens inesquecíveis como Reizinho, onde fazia um monarca que satirizava o Brasil na época, o Capitão Gay (super-herói homossexual) e Zé da Galera, um torcedor que ligava para o técnico da seleção brasileira e pedia “Bota ponta, Telê”!

Em 2000, estreou o Programa do Jô e fez mais de 14 mil entrevistas em toda sua carreira. Foram 28 anos apresentando, 300 personagens, 9 livros, 24 peças como diretor de teatro e muita história construída.

“O medo da morte é um sentimento inútil: você vai morrer mesmo, não adianta ficar com medo. Eu tenho medo de não ser produtivo. Citando meu amigo Chico Anysio, quando perguntaram para ele: ‘Você tem medo de morrer?’. Ele falou: ‘Não. Eu tenho pena’.

 

Jô estava internado no Hospital Sírio-Libanês em São Paulo, desde o dia 28 de julho. A morte foi anunciada por sua ex-mulher, Flávia Pedra. O velório será reservado apenas para amigos e família.

Written by: spotbraziladmin

Rate it

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *


0%