Imigração

Imigrantes são encontrados dentro de caixotes durante travessia ilegal para os EUA

today15 de setembro de 2022 11

Fundo
share close

Uma quadrilha de traficantes foi encontrada atravessando ilegalmente pessoas do México para dos Estados Unidos dentro de caixotes, malas e outras formas arriscadas. A força-tarefa que fez a prisão dos criminosos, era composta por agentes do DHS, FBI, Us Drugs Enforcement Administration e outros órgãos.

Oito contrabandistas de seres humanos foram levados. Entre eles, Erminia Serrano Piedra (31), conhecida como Irma ou The Boss Lady e supostamente a líder da rede de tráfico de pessoas. Os outros réus presos incluem Kevin Daniel Nuber (41), conhecido como capitão; Laura Nuber (40), conhecida como La Barbie; Lloyd Bexley (51); Jeremy Dickens (45); Katie Ann Garcia (39), também conhecida como La Guera; Oliveria Piedra-Campuzana (53) e Pedro Hairo Abrigo (33). Os suspeitos foram presos no Texas, Louisiana, Mississippi e Alabama.

Uma acusação do Departamento de Justiça dos EUA que foi revelada no Distrito Sul do Texas, aborda que tais contrabandistas “facilitaram o transporte ilegal e o movimento de imigrantes dentro dos Estados Unidos em condições deploráveis para obter lucro”. Eles usavam motoristas para pegar os imigrantes perto da fronteira e os conduziam ilegalmente para o solo americano em situações inóspitas como, por exemplo, caminhões-pipa, caixas de madeiras amarradas a reboques ou, até mesmo, malas. Eles eram deixados em esconderijos em cidades como Laredo e Austin. Os motoristas recebiam até US$ 2.500 por cada imigrante transportado.

As vítimas são, em sua maioria, mexicanos. Mas há também imigrantes vindos da Guatemala e Colômbia. Eles pagaram os membros da organização para ajudá-los a chegar – ilegalmente – nos EUA.

“Os contrabandistas de seres humanos são criminosos que não se importam com a vida humana”, disse o vice-comissário de Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA, Troy Miller. “Eles mentem para ganhar dinheiro, convencendo imigrantes vulneráveis a entregar o que muitas vezes são suas economias em troca de promessas vazias de chegar aos Estados Unidos. Os contrabandistas abandonam regularmente os imigrantes no deserto ou nas montanhas sem comida, ou água, deixando-os para morrer.”

Durante a operação, as autoridades confiscaram três propriedades e dinheiro no valor de quase US$2,3 milhões dos acusados.

Written by: spotbraziladmin

Rate it

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *


0%