News

Boliviana de 11 anos é agredida na Margate Middle School

today27 de outubro de 2022 61

Fundo
share close

Valentina e sua família se mudaram recentemente da Bolívia para os EUA. A menina, de apenas 11 anos, sofre há semanas com ataques e bullying na Margate Middle School, no Condado de Broward, onde é aluna nova. Sua mãe, Sesilia Bacaribera, explicou que sua filha ainda está aprendendo inglês e começou a ser intimidada desde o primeiro dia na escola por ser imigrante.

Ela relatou que apesar de ter comunicado à escola o que estava acontecendo, nada foi feito. O vídeo divulgado pela mãe de Valentina e seu advogado de família mostrou uma situação altamente violenta, com Valentina no chão cercada por um grupo de crianças. O incidente aconteceu no dia 13 de outubro, do lado de fora da escola.

Bacaribera disse que sua filha foi chutada, levou socos e puxada para o chão pelo cabelo, o que a deixou com hematomas em todo o corpo. “Ela está muito magoada com tudo o que aconteceu. E eu emocionalmente, além de ser mãe solteira e trazer três filhos para este país, me sinto devastada como mãe por tudo o que aconteceu”, disse a mãe.

Em um comunicado, as Escolas Públicas do Condado de Broward disseram que levam a sério as questões de segurança dos alunos e tomaram medidas imediatas para resolver o incidente de 13 de outubro. “Ao saber do incidente, a escola prontamente conduziu uma investigação. O agressor foi identificado e recebeu consequências disciplinares apropriadas conforme o Livro de Códigos de Conduta do Aluno. O caso também foi relatado ao Departamento de Polícia de Margate”, diz o comunicado. “O Distrito e a escola não toleram nenhuma forma de bullying. A administração da escola lançou uma segunda investigação para abordar as preocupações levantadas durante o incidente inicial e continuar a trabalhar com as famílias envolvidas na abordagem do assunto.”

O advogado da família disse que depois que o incidente aconteceu, os administradores da escola apenas sugeriram que ela “procurasse outra instituição de ensino”. Também relatou que a escola não tomou nenhuma ação para ajudá-la a continuar aprendendo em casa ou forneceu qualquer tipo de aconselhamento.

“Não há dúvida de que seus direitos civis estão sendo violados, ela não pode ser ensinada pela escola e pelo condado, na verdade, eles foram instruídos a encontrar outro lugar e está documentado e ela está sendo abusada verbal e fisicamente, há relatórios policiais por aí”, disse o advogado Thomas Cubit.

Até então o Departamento de Polícia de Margate não retornou a imprensa quanto a ação criminosa. Assim como Valentina, muitos outros imigrantes ainda sofrem ataques no país, dentre eles, muitas crianças em idade escolar. Estatísticas mostram que mais de 75% dos estudantes já foram vítimas de bullying. Essas vítimas têm grades chances de desenvolver doenças como depressão, além de problemas de autoestima e comunicação, enquanto os praticantes possuem mais chances de desenvolver comportamentos criminosos.

Written by: spotbraziladmin

Rate it

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *


0%